OESTE PAULISTA

Prudente liberará mosquitos infectados com bactéria para inibir transmissão de dengue

Presidente Prudente foi selecionada para receber a implementação do método Wolbachia, com o objetivo de reduzir a transmissão da dengue e outras arboviroses. A iniciativa consiste na liberação de mosquitos Aedes aegypti juntamente com a bactéria Wolbachia, que impede que os vírus da dengue, zika e chikungunya se desenvolvam no mosquito, reduzindo assim a transmissão de arboviroses.

A nova tecnologia de controle vetorial será expandida em municípios brasileiros selecionados, sendo Prudente um deles.

A reunião para tratar sobre o assunto ocorrerá nesta quinta-feira, às 9h, no auditório da Prudenprev (Sistema da Previdência Municipal), na Avenida Washington Luiz, nº 1.345. Outra ocorrerá nesta sexta, no mesmo local.

O encontro é promovido pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente, com participação das vigilâncias estadual e municipal, secretarias municipais de Saúde, Finanças, Comunicação e Meio Ambiente, IAL (Instituto Adolfo Lutz) e HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo.

Segundo a Prefeitura, Prudente é uma das primeiras cidades do Estado de São Paulo a receberem o método. Mais reuniões ocorrem em outros municípios do Brasil, como Foz do Iguaçu (PR), Natal (RN), Joinville (SC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR).

“Diante das evidências científicas obtidas a partir das pesquisas financiadas pelo Ministério da Saúde sobre o Aedes aegypti com a Wolbachia, o método surge como uma adição às estratégias de combate aos vetores de arboviroses, sendo ecologicamente mais atrativo e autossustentável”, pontua a administração municipal.

O Imparcial de Prudente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com