Início BRASIL Governo de SP reforça educação e segurança com mais de 33,5 mil...

Governo de SP reforça educação e segurança com mais de 33,5 mil vagas em concursos

Para ampliar a oferta de serviços à população neste ano, o Governo de São Paulo está reforçando os quadros de professores, policiais, agentes penitenciários e servidores administrativos do Centro Paula Souza. Há concursos públicos abertos, autorizados e em andamento para estas carreiras, que somam 33.546 vagas.
Educação
O maior concurso em número de vagas é o da Secretaria de Educação, que vai contratar 15 mil professores efetivos. Este é o primeiro concurso da área em 9 anos. Os salários iniciais são de R$ 5.000 e R$ 3.125, dependendo do regime de contratação. Conforme evolução funcional, os professores podem chegar a vencimentos de R$ 13 mil. As inscrições terminaram no final de junho, e a prova será aplicada em 6 de agosto.
Os aprovados vão dar aulas para estudantes dos ensinos fundamental e médio. De acordo com a pasta, o processo valoriza a carreira docente com estabilidade e segurança para os professores, reduz os contratos temporários e garante a seleção de profissionais aptos que se dediquem prioritariamente à rede estadual. O concurso também é essencial para o planejamento do ano letivo.
Centro Paula Souza
O Centro Paula Souza, que administra as Etecs e Fatecs, começou a convocação de candidatos aprovados para serviços administrativos no fim do mês passado. “O concurso público é uma medida importante para fortalecer a instituição e aprimorar a qualidade do ensino oferecido aos jovens de diferentes localidades”, afirma a diretora-superintendente Laura Laganá.
Os certames foram autorizados em junho de 2022, as provas ocorreram em janeiro deste ano e as admissões começaram em junho. A previsão é contratar 993 professores de ensino médio e técnico, 594 docentes de ensino superior, 887 agentes técnicos e administrativos, 227 bibliotecários e seis especialistas em planejamento educacional.
Polícias
O Governo do Estado tem 8.539 vagas em concursos em andamento para as polícias Civil, Militar e Técnico-Científica. Para a Polícia Civil, são 1.600 para o cargo de escrivão, 900 para investigador e 250 para delegado. Para a Polícia Técnico-Científica, há 189 vagas para médicos-legistas.
Na PM, as vagas estão abertas até o final do mês para contratar 2.700 soldados PM de 2ª classe. Outras 200 para alunos-oficiais tiveram inscrições encerradas no mês passado. Outro concurso para 2.700 vagas de soldado da PM está em andamento, com previsão de término em dezembro.
Além disso, há outras 6.200 vagas autorizadas à espera de editais para contratações de 2.700 soldados, 1.333 escrivães, 1.250 investigadores, 552 delegados, 116 médicos-legistas e 249 peritos. A iniciativa visa recompor o efetivo e suprir o déficit policial em São Paulo. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, o concurso fortalece a capacidade investigativa e garante recursos humanos adequados para combater o crime de forma eficiente.
Há ainda 2.688 policiais em formação: 2.613 mil PMs e 75 civis e técnicos-científicos. As primeiras formaturas ocorrem a partir de dezembro.
Sistema prisional
A Secretaria de Administração Penitenciária abriu 1.100 vagas para agentes penitenciários, com previsão de contratação de 1.050 profissionais homens e 50 mulheres. Segundo a pasta, as contratações vão mitigar o déficit de 19% nos quadros da categoria. ‌O concurso será realizado pela Fundação Getúlio Vargas e terá quatro etapas. O edital deve ser lançado ainda em julho.

Governo do Estado de São Paulo

Artigo anteriorFlórida Paulista – Acidente entre carro e caminhonete deixa três vítimas
Próximo artigoMassa de ar frio baixa as temperaturas no Sul e Sudeste do país

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui